Imbituba/Laguna

A maré alta provocada por um ciclone extratropical ultrapassou as faixas de área e danificou galpões e residências da Praia de Itapirubá, em Imbituba e Farol de Santa Marta, em Laguna, na madrugada deste sábado (4). Na Cidade portuária os servidores da Secretaria de Infraestrutura e Saneamento (Seinfra), realizam reparos no local desde às 7h30. Além das duas cidades da Amurel, os estragos também ocorreram em Florianópolis, Balneário Camboriú, Balneário Rincão e Itajaí.

“A situação será normalizada em breve. Pedimos a compreensão de todos e reforçamos que os moradores fiquem em casa”, assegurou a secretaria de Infraestrutura e Saneamento de Imbituba.

Na capital do Estado, o nível da maré chegou a 1,78 metro. A região mais afetada foi o Sul da ilha, na localidade do Campeche. Outros bairros e praias, como Pântano do Sul, Joaquina e Rio Tavares também foram atingidos.

Conforme a Epagri/Ciram, neste sábado (4) e domingo (5), há o risco de alagamentos nas regiões mais baixas do litoral catarinense, devido à maré alta. Este fenômeno será provocado pela influência do vento do quadrante sul e forte agitação marítima com ondas de 2,0 a 3,0 m, podendo chegar a 4,0m no Litoral.

Recomenda-se especial atenção para os horários e locais próximos a desembocaduras de rios, Rodovia Diomício Freitas, Centro de Eventos – CentroSul, avenida da Saudade, praias do Sul da Ilha de Santa Catarina, Avenida Atlântica de Balneário Camboriú, Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, entre outros.