Organizadores, crianças e funcionários e direção fizeram a festa com a doação   -  Foto:Fábio Maurício Fotografia/Divulgação/Notisul
Organizadores, crianças e funcionários e direção fizeram a festa com a doação - Foto:Fábio Maurício Fotografia/Divulgação/Notisul

Capivari de Baixo

O que pode ser feito para ver uma criança sorrir? Muitos não medem esforços para isso. Não importa se o sorriso for de um desconhecido. O objetivo, porém, é de fazer o bem sem olhar a quem. Pelo terceiro ano, o grupo ‘Galera Pedal’ de Capivari de Baixo tem feito a diferença na cidade.

No último dia 13, aproximadamente 150 ciclistas participaram da 3ª edição do Mountain Bike Galera Pedal, no Parque Encantos do Sul, na Cidade Termelétrica. O valor das inscrições foi de R$ 70,00 e o montante arrecadado para participar da prova serviu para realizar o almoço dos ciclistas, além de promover ações sociais distintas. A primeira delas ocorreu ontem, quando os organizadores doaram para o Centro de Apoio a Criança e Adolescente (Ceaca) R$ 2 mil reais para reconstruir o ginásio da instituição. 

Conforme Luiz Vanderlei Agostinho, um dos organizadores do evento, toda a equipe colaborou para que mais esta edição fosse um sucesso. “Procuramos fazer aquilo que nos propusemos desde o início, ajudar, colaborar e levar alegria para quem precisa. Este ano, estamos doando um valor para o Ceaca, nos próximos dias distribuiremos balas para as crianças. Estaremos com um papai Noel e os ciclistas acompanharão o bom velhinho na ação e também vamos colaborar com a Casa Lar do município”, relata Luiz Vanderlei.

De acordo com Dilney Espíndola de Souza Junior um dos organizadores nos anos anteriores a proposta era de comprar brinquedos para as crianças, mas com o vendaval do dia 16 do mês passado, a necessidade maior foi de colaborar com a reconstrução.  “Queremos proporcionar um Natal mais feliz e cheio de oportunidades para as pessoas. Conversamos com o padre Eduardo e ele nos orientou que hoje, a maior necessidade seria arrumar a casa das crianças e assim com a nossa pequena parcela podemos ajudar um pouco”, destaca Dilney.