Priscila Alano
Tubarão

O balé é um estilo de dança que desperta a atenção de muitas crianças. Seja pelos fru-frus cor-de-rosa, no caso das meninas, ou dos saltos acrobáticos, para os garotos. O fato é que o balé encanta quem o pratica e quem tem a oportunidade de ver de perto uma apresentação. Na região, a população sempre tem a chance de ver espetáculos únicos, especialmente quando a Cia de Ballet Laura Macedo entra no palco.

A escola completa dez anos em cima das sapatilhas. Hoje, 70 alunos divididos nas turmas baby (2 anos), infantil, infanto-juvenil, juvenil, adulto e avançado, completam o grupo. Este ano a novidade na Cia é a aula para adultos que sempre tiveram o sonho de aprender os passos suaves e delicados do balé, mas nunca tiveram a oportunidade de frequentar as aulas.

“O melhor é iniciar os primeiro passos quando criança, mas percebi que alguns adultos tinham vontade de fazer as aulas também. Então resolvi abrir uma turma e a experiência tem sido fantástica. Tenho uma aluna com mais de 60 anos”, elogia a bailaria e professora Laura Macedo.
A aluna Lara Vieira da Silva, de 8 anos, está na Cia desde os três. É solista e, segundo Laura, encanta o público quando entra no palco. “Ela pega os passos muito rápido”, valoriza a professora.

Conquistas
O bailarino Ivan Sehnen, de 15 anos, deu os seus primeiros passos na Cia de Ballet Laura Macedo, em Tubarão. Hoje, ele está no Conservatorio Brasileiro de Ballet. No Festival de Dança de Joinville, no mês passado, o conservatório obteve a nota máxima. Neste mês Ivan deve ingressar na Cia Brasileira de Ballet.