#PraCegoVer Na foto, bombeiros militar realizam o resgate de pessoas de áreas inundadas no bairro Bom Pastor, em Tubarão
Tubarão foi a primeira cidade catarinense a decretar situação de emergência, ainda na terça-feira (3) - Foto: Mauricio Vieira | Governo de Santa Catarina | Divulgação

O último relatório da Defesa Civil do Estado, divulgado na noite desta sexta-feira (6), confirma que o número de cidades em situação de emergência por causa das chuvas desta semana subiu para 22. O levantamento aponta que 121 municípios registraram ocorrências em virtude dos eventos climáticos. Ao todo, 44 mil catarinenses foram afetados de alguma forma, dos quais 7,1 mil estão ainda desalojadas e 518 seguem desabrigadas. O número de óbitos permanece o mesmo: três – dois em São Joaquim e um em Urubici. Em todos os casos as pessoas tentaram passar por áreas inundadas com veículos que foram arrastados pela correnteza e morreram afogadas.

Os municípios que decretaram situação de emergência até as 18 horas desta quinta-feira são: Tubarão, Orleans, Forquilhinha, Urubici, Maracajá, Araranguá, São Joaquim, Lages, Laurentino, Alfredo Wagner, Rio Rufino, Taió, Anitápolis, Monte Carlo, Videira, Macieira, Rio das Antas, Tangará, Rio do Oeste, Anitápolis, Alfredo Wagner e Lauro Müller. As cidades de Benedito Novo, São Domingos, Grão-Pará e Armazém também devem seguir o mesmo caminho. Em Armazém e Grão-Pará, no âmbito municipal isto já foi feito na quarta-feira (4).

Fonte: Defesa Civil de Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul