Amanda Menger
Tubarão

Quem precisou viajar de ônibus neste fim de semana teve uma surpresa. As ruas próximas à rodoviária de Tubarão foram interditadas pela secretaria de segurança e trânsito da prefeitura. Era impossível chegar de carro ou de moto até o terminal. A solução? Transferir o local de embarque, desembarque e venda de passagens para o posto de combustíveis Fera, próximo à BR-101.

A mudança foi realizada no início da manhã de sábado. O cabeleireiro Sérgio de Bem da Silva, de Blumenau, conseguiu comprar as passagens na rodoviária, mas passou trabalho para chegar ao local. “Tive que ir a pé, com água até o joelho. Lá, me disseram que o ônibus sairia do posto. Foi uma ótima ideia, pelo menos conseguimos chegar sem ter que nos molhar”, avalia Sérgio.

Os funcionários da União tiveram que improvisar. Dentro de um carro, eles aguardavam os passageiros. Com eles, dinheiro para o troco e algumas passagens em aberto. Na agência, ficaram outros colegas. Quando precisavam confirmar horários e lugares, o contato era feito por celular. Os funcionários que ficaram na rodoviária só chegavam e saiam do terminal de ônibus. A expectativa é que ainda hoje as atividades retornem à rodoviária.

A rua Simeão Esmeraldino de Menezes (que passa em frente ao Bloco da Saúde da Unisul), a Padre Geraldo Spettmann (da rodoviária) e outras próximas estão interditadas.

O carreteiro Marcos Antônio Nunes mora no bairro São João margem esquerda e precisou dar a volta pelo centro para conseguir chegar à igreja Mundial do Poder de Deus, na Padre Geraldo Spettmann. “O culto começa às 18 horas, mas vou chegar atrasado. Está impossível passar de bicicleta, vou fazer a volta pelo centro. No meu bairro, está tudo tranquilo. Foi muita chuva”, relata.