Imagem: Epagri/Ciram

Dados do 6º Boletim Hidrometeorológico Integrado do Estado de Santa Catarina apontam que as chuvas bem distribuídas no início de junho melhoraram a situação do abastecimento urbano, refletindo na redução de cidades em estado crítico. No entanto, permanece o alerta para as áreas rurais que ainda enfrentam problemas decorrentes da estiagem. De acordo com as informações do Boletim, 114 municípios decretaram Situação de Emergência. Destes, 94 informaram que suas áreas rurais foram afetadas, enquanto que nas áreas urbanas ocorre uma recarga momentânea.

De acordo com os dados apresentados, dentre as 280 cidades catarinenses mapeadas, 21% estão em estado de atenção, 10% em alerta e 3% em estado crítico. Para o secretário Executivo do Meio Ambiente (Sema), Leonardo Porto Ferreira, os dados apresentados reforçam o período delicado que o Estado se encontra, considerando, o longo período de estiagem desde 2019.

“Assim, neste momento, são fundamentais as mobilizações e medidas de mitigação no sentido de reduzir os impactos da estiagem. É preciso reforçar a conscientização e adoção de medidas previstas nos planos de ações emergenciais, de forma a racionar e normalizar o abastecimento público, imprescindíveis para os municípios no enfrentamento da atual crise hídrica”, enfatiza.

Previsão

Para os próximos 15 dias, verifica-se sinais de chuvas suficientes para normalizar o abastecimento urbano em um curto prazo. Porém, tendo em vista os níveis baixos dos rios, é possível indicar continuidade prolongada da estiagem no estado, por conta da necessidade de uma maior distribuição e volume de chuvas.