Wagner da Silva
Braço do Norte

Funcionários das secretarias de obra das prefeituras do Vale tiveram bastante trabalho na manhã de ontem, enquanto a chuva dava uma trégua. Durante o fim de semana, os secretários estiveram em várias comunidades e ouviram moradores. Após a conversa, elegeram as prioridades e, ontem, mesmo sob ameaça de voltar a chover, arregaçaram as mangas e fizeram o que era possível para melhorar o tráfego nas vias de acesso aos municípios.

Mesmo sem registro de desabrigado ou qualquer problema mais grave, como era previsto, moradores mantêm o alerta em todo o Vale de Braço do Norte devido ao risco de novas chuvas. O secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Luiz Padilha, diz que em quase todas as estradas estaduais pertencentes a 36ª SDR houve queda de barreira. “Estamos com o pessoal mobilizado para desobstruir estas estradas e dar condições de tráfego”, garante.
Apesar das chuvas, a região ainda não foi afetada, mas possui pessoal de prontidão se houver necessidade. “Como a região permanece de certa forma tranquila, estamos com pessoal trabalhando nas estradas. Mas se a prioridade recair sobre os municípios, daremos suporte necessário”.

O estado de emergência em Santa Catarina fez o presidente da assembléia legislativa, Julio Garcia (DEM), cancelar o principal evento de ontem. Por volta de 11 horas, uma nota divulgava o cancelamento da sessão solene de concessão da comenda do legislativo catarinense, agendada para às 19h30min de ontem. Neste evento, a Associação de Apoio ao Adolescente (Assacad) – Casa Lar receberia a outorga da comenda, homenagem aos destaques do ano. O tempo deve melhorar a partir de quarta-feira, permanecendo ‘bom’ até sexta-feira.

Em Braço do Norte, melhorias realizadas antes das chuvas sustentam as estradas
As melhorias feitas em algumas estradas de Braço do Norte, antes de iniciar o período de chuvas, que já dura mais de 60 dias no estado, garantiu uma boa condição das estradas. Apesar de, neste momento, estarem danificadas, o tráfego é normal, mas os motoristas devem estar atentos, alerta o secretário de obras da prefeitura de Braço do Norte, Antenor José Pavei.

Durante a manhã de ontem, período em que a chuva deu uma trégua, máquinas e funcionários estiveram espalhados pelo município, desobstruindo vias, tubulações e melhorando acessos. O transporte escolar não foi afetado e as aulas permanecem normais em todo o município.

Já em São Ludgero, o secretário de obras da prefeitura, Bertino Hobold, lamentou as chuvas. Em vários locais onde as estradas haviam recebido melhorias o serviço deverá ser refeito. Vários deslizamentos foram registrados, interrompendo o acesso de algumas localidades ao município.
O secretário afirma que as prioridades no trabalho da secretaria são justamente estes acesso, já que afetam o escoamento da produção. Apesar dos estragos, o transporte escolar permanece normal.

O dia ontem iniciou com visitas em Grão-Pará, o mais afetado pelas águas nos últimos tempos. O prefeito Amilton Ascari, o Breca, passou o dia vistoriando os locais mais afetados pelas chuvas. Em grande parte das estradas, o tráfego de veículos de pequeno porte ainda não é possível.

No acesso à comunidade de Rio Valter, a deslizamento de uma barreira deu trabalho à equipe da prefeitura. Mesmo com a retirada da terra, o trecho permanece interditado. Em Capivaras, acesso a Aiurê, a administração espera há mais de 60 dias um período de sol para poder realizar a obra nas cabeceiras da ponte recém-construída, que permanece sem trafego. Alagamentos, trechos danificados e atoleiros foram registrado em praticamente todas as comunidades.