#PraCegoVer Na foto, um trator faz a demolição de uma estrutura de concreto
Com o direcionamento do esgoto do bairro Mar Grosso para a estação de tratamento, a torre de equilíbrio não tinha mais função e, por siso, foi demolida - Foto: Prefeitura de Laguna | Divulgação

Com o desativamento do emissário submarino no ano passado, quando foi concluída a obra de redirecionamento da rede de esgoto do bairro Mar Grosso para a Estação de Tratamento de Esgoto da Vila Vitória (ETE), a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) demoliu a torre de equilíbrio, também chamada de chaminé que ficava na orla da praia. O será fechado com um tampa. “Além de melhorar o visual da praia, a remoção da estrutura também facilitará as futuras obras de revitalização da orla”, salienta o prefeito Samir Ahmad.

Conforme a Casan, a tubulação subterrânea do emissário será mantida. Desta forma, a Companhia tem uma espécie de tubulação reserva caso ocorra algum tipo de problema com o direcionamento do esgoto para a ETE. Construída em 1988, a chaminé tinha 11 metros de altura e era localizada próximo ao terceiro posto guarda-vidas. Antes do redirecionamento, o esgoto era bombeado até a torre, que servia para evitar a entrada de ar na tubulação e dar pressão para o despejo do esgoto pelo emissário, a 12 metros de profundidade e 1,5 mil metros mar adentro, com vazão de 40 litros por segundo.

Fonte: Prefeitura de Laguna
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul