Cerca de 100 mil pessoas podem estar infectadas com o novo coronavírus em todo o mundo, alerta o especialista em saúde pública Neil Ferguson, do Imperial College, de Londres. Ele disse que esse é  seu “melhor palpite”,  embora existam quase 3 mil casos confirmados até agora em 12 países.

Ele diz que é questão de tempo para o vírus se aparecer em quase todos os países. 

Gui Xi’en, especialista em doenças infecciosas da Universidade Wuhan, disse que o número de infecções pode atingir um “pico” por volta de 8 de fevereiro, antes de diminuir.  

“Agora, o número de novos pacientes diagnosticados está aumentando dia a dia, mas não deve demorar muito para atingir seu pico”, disse.