Dar atenção aos animais silvestres será uma forma de cuidar da estabilidade natural de toda a Amurel.
Dar atenção aos animais silvestres será uma forma de cuidar da estabilidade natural de toda a Amurel.

Tubarão

Cada animal tem a sua particularidade, o equilíbrio do ecossistema está completamente ligado à boa realização das etapas de cada espécie. Várias classes de animais já foram extintas, outras estão ameaçadas. Construir um Centro de Preservação de Animais Silvestres é uma forma de cuidar da estabilidade natural de toda a Amurel. Além disso, servirá de campo de estágio para os alunos do curso de medicina veterinária da Unisul.

Para deixar os alunos por dentro do assunto, o médico veterinário Joares May, especialista em animais selvagens, ministrou uma palestra sobre a trajetória da sua vida profissional. Ele também participará do Centro de Preservação de Animais Silvestres.

“A construção do centro é fundamental para Tubarão e região. Um dos principais motivos é a ampliação da BR-101. A obra obriga que muitos animais deixem seu habitat natural. Além disso, podem ocorrer também atropelamentos e os animais podem morrer por falta de alimentos”, justifica.

Será feita uma triagem, os animais que chegarem serão tratados e encaminhados para as localidades determinadas, dependendo do quadro de cada um. Com isso, os alunos, com supervisão dos professores, terão contato com a realidade selvagem. “Dar esse suporte para os alunos é fundamental para a boa formação profissional. Com isso, eles sairão mais preparados para o mercado de trabalho”, sublinha a vice-coordenadora do curso de veterinária, Ester Blasius.