O interventor judicial da Cooperativa de Eletrificação de Braço do Norte (Cebranorte), Cristiano Orlandi, divulgou uma nota oficial nesta semana. Nela, ele apresenta informações sobre como tem sido administrada a cooperativa após a suspensão da eleição e do encerramento do mandato da diretoria.

O documento, no entanto, não dá detalhes sobre o processo judicial que anulou o processo eleitoral. E também sobre uma nova eleição para a direção da entidade. A nota pontua 

“A Cerbranorte, representada por Cristiano Orlandi, informa que, a partir do primeiro dia do mês de abril de 2019, o objetivo da equipe da Administração Judicial foi aprofundar o conhecimento do funcionamento dos setores e os trabalhos realizados na empresa de forma integral, para que fossem tomadas as decisões cabíveis à continuidade das atividades normais em atendimento aos melhores interesses da cooperativa e seus consumidores/cooperados.

Desde então, a equipe de Administração vem trabalhando, junto aos colaboradores da Cerbranorte, na execução de estratégias que somem a eficiência e a produtividade, à redução de custos e otimização dos recursos em todos os setores.

Durante este período, verificou-se que a Cerbranorte possui uma equipe sólida para exercer as funções necessárias ao desenvolvimento da empresa e ao atendimento dos consumidores. Além disso, a Cerbranorte manterá todas as suas responsabilidades como distribuidora e geradora, sem deixar de lado sua contribuição social”.