A pandemia do coronavírus levou a todos, indistintamente, a se conscientizarem da importância de se valorizar e comprar no comércio local. “Fazendo isto, estamos promovendo o desenvolvimento do município pelo recolhimento de impostos e contribuindo para a manutenção e criação de novos postos de trabalho”, acentua o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Tubarão, Rafael Gomes Silvério.

Analisa que, os empreendedores de Tubarão, em meio a toda esta situação gerada pela Covid-19, seguem acreditando no potencial da cidade. “Todos fazem a sua parte para superar os obstáculos impostos nestes últimos meses. Diante disto, todos devem ter a consciência de que comprar e consumir localmente, só traz benefícios a toda à comunidade”, ressalta Rafael Silvério.

Rafael diz que, se todos fizerem a sua parte, sairemos fortalecidos. “Comprar no nosso comércio, do seu bairro, é valorizar o empreendedor local. Isto dá a certeza de que comprar no comércio local contribui para o desenvolvimento sócioeconômico de Tubarão e na melhoria da qualidade de vida”, pontua. Por outro lado, acrescenta, o empresário precisa estar aberto para as necessidades de seus clientes e sensibilizado sobre a importância dos consumidores.

“Então, sigo batendo na tecla de que, diante desta crise mundial, torna-se importante que todos adotem o papel de conscientização, realizando compras dos pequenos negócios de nossa cidade. Os 10 milhões de pequenos negócios representam mais de 95% do total de empresas no Brasil e respondem por 27% do Produto Interno Bruto e geram mais de 17 milhões de postos de trabalho”, comenta.

Para ele, quando se entende a importância do poder das nossas escolhas e quando a gente escolhe fornecedores da região para estimular o nosso mercado, “A gente se reinventa”. “Então, se reinventar esta incorporado ao dia a dia de quem vende, de quem produz e de quem consome”, avalia.

 

Esta conscientização, lembra, também segue valendo para as medidas de higiene e segurança. A CDL Tubarão indica a todos os lojistas, associados ou não, que sigam aplicando as normas dos organismos de saúde. Continue fazendo uso de máscaras, do álcool em gel e mantendo o distanciamento social. Os estabelecimentos, de modo geral, estão utilizando o aparelho de aferição de temperatura corporal. Tudo é feito para amenizar os efeitos da Covid-19, mas isto depende da consciência coletiva.