Foto: Divulgação/Notisul
Foto: Divulgação/Notisul

Jailson Vieira         
Laguna

Após três anos de espera e expectativa, o casal Marco Antônio de Medeiros, 52 anos, e Luciano Silveira Pacheco de Medeiros, 43, de Laguna, conseguiu adotar uma criança. O professor e o enfermeiro, respectivamente, em breve terão os nomes na certidão de nascimento do filho, Lucas, 9. O documento está em processo de emissão.

A criança está com o casal há alguns meses e a sua adaptação no novo lar é vista como tranquila e feliz. “Quando conhecemos o Lucas nos apaixonamos à primeira vista. Antes mesmo da relação pai e filho já tinha atendido ele no meu antigo local de trabalho e o carinho já era grande”, afirma Luciano.

De acordo com o enfermeiro, o casal morava em Guaramirim, Norte do Estado, e entrou com o processo de adoção em Jaraguá do Sul. No entanto, poucos meses depois, ele e o seu companheiro vieram morar em Criciúma devido aos seus estudos em uma universidade da cidade carbonífera. “Inicie o meu mestrado em uma instituição de ensino em Criciúma e pouco depois recebi um e-mail questionando se ainda queríamos ter um filho. Avisei que nada mudou, porém, que estava morando no Sul e perguntei se o processo poderia ser feito na cidade. A confirmação veio, mas nada de conhecermos o nosso filho. Viemos morar em Laguna por termos familiares e depois fomos chamados para adoção”, recorda.

Luciano conta que ele e Marcos passaram por uma triagem comum para quem almeja adotar como: estudo socioeconômico e avaliação psicológica e, por fim, um curso de 16 horas. “Este será o primeiro ano que vamos passar com o Lucas no Dia dos Pais e neste sábado vamos conhecer um menino de 14 anos que está numa casa para ser adotado. No processo que iniciamos em Jaraguá do Sul, avisamos que queríamos ter dois filhos e esperamos que além do Lucas, este também seja nosso. Ele passará conosco uma semana e espero que seja a primeira de muitas. Marco e eu, quando vimos, nos apaixonamos por ele também”, pontua.

Além de Lucas, Luciano é pai biológico da Rafaela, 21. Já Marco é pai de coração (adotivo) de Rafael, também hoje com 21. Ele foi adotado por Marco, ex-padre, quando tinha 6 anos. Marco e Luciano são casados há uma década e se conheceram por meio de amigos.