O Natal será mais feliz para duas meninas no México. Dayami, a mais velha, de 8 anos, enviou uma cartinha com pedidos de presentes ao Papai Noel presa a um balão vermelho – que acabou nas mãos de um alpinista do Arizona, nos Estados Unidos.

Segundo informações do jornal Washington Post, Randy Heiss caminhava próximo a sua fazenda na Patagônia, no Arizona, quando encontrou resquícios do balão já desbotado e um pedaço de papel amarrado a ele.

A caligrafia infantil e a lista numerada de desejos levaram Heiss a acreditar que o recado acompanhado do nome de Dayami era destinado ao “bom velhinho”. Por isso, decidiu sair em busca da menina.

Considerando fatores como a direção e a velocidade do vento, o alpinista supôs que o balão teria vindo de Nogales, no México, a cerca de 32 quilômetros dali.

Ele entrou em contato com uma emissora de rádio local de Nogales, pedindo ajuda para encontrar a garotinha – e deu certo.

Heiss e sua esposa estiveram com as meninas, apresentando-se como ajudantes do Papai Noel para não estragar a magia do Natal, e não apenas compraram todos os desejos da lista, mas também deram presentes para a irmã mais nova de Dayami.