Se o ambiente hospitalar consegue deixar os adultos apreensivos e suando frio, com as crianças essa mistura de emoções é ainda maior. A maioria não está acostumada com os procedimentos, aparelhos e exigências de uma unidade de terapia intensiva, por exemplo.

Foi pensando em deixar essa experiência mais lúdica e descontraída que o Hospital e Maternidade Jaraguá adquiriu um carrinho elétrico de brinquedo para o Centro Cirúrgico. A ideia entrou em funcionamento nesta semana.

A bordo do veículo, no passeio inaugural, o menino Pietro Rafael Martins Somense, de apenas 5 anos, aprovou a novidade. “Ficou mais divertido”, comenta.

O carrinho está sendo utilizado no trajeto entre a sala de preparo e a sala de cirurgia do HMJ. Além de aliviar a tensão das crianças, ele deixa o atendimento mais humanizado, o que foi confirmado por Janice Aparecida Martins, mãe de Pietro. “Ele estava nervoso e se acalmou com o passeio”, enfatiza.

Esta era a primeira cirurgia do pequeno Pietro, que já está em casa se recuperando. Segundo Janice, o filho tinha assistido vídeos no YouTube de pessoas andando com o carrinho e ficou ansioso ao vê-lo no hospital. “Ficamos felizes com essa preocupação da equipe, deixa a gente mais tranquilo”, observa.

A iniciativa foi uma sugestão do cirurgião cardíaco Thales Cantelle Baggio. O médico conta que se inspirou em outros hospitais que adotaram a ideia e tiveram um resultado positivo.

“O HMJ é referência em atendimento, então nada melhor que oferecer mais essa facilidade para os pacientes”, pontua.

Baggio comenta que é comum as crianças ficarem inseguras e chorarem no caminho para a cirurgia. Com o carrinho, eles podem relaxar e brincar. Para atender a proposta, o grupo de voluntários do hospital repassou R$ 1.550, provenientes do bazar do HMJ.

Além do passeio de carrinho, antes da cirurgia, as crianças também recebem um Certificado de Bravura. Ele atesta a coragem dos pequenos em enfrentar um procedimento cirúrgico.

Outra forma de humanizar o atendimento é garantir que os pais possam ficar com os filhos no pré e pós-operatório.