O Carnaval foi em fevereiro, mas a pandemia do novo coronavírus não permitiu que pudessem ocorrer eventos públicos ao ar livre. Com o cenário pandêmico mais controlado, a flexibilização das normas sanitárias e o avanço da vacinação, um ‘mini-Carnaval’ fora de época promete matar a saudade da folia que o lagunense conhece.

O evento é organizado pelo empresário Adriano Lopes Cardoso. De acordo com ele, a ideia surgiu com base na experiência fora de época de cidades carnavalescas, como o Rio de Janeiro. “Uma cidade histórica de Carnaval como Laguna não poderia deixar passar em branco”, explica o organizador.

Na quarta-feira, 20, o trio Treme Terra vai percorrer o Mar Grosso, em um trajeto que começa a se concentrar a partir das 20h no Ponto Final (referência) e vai até a região do Destak Lanches, com a banda Juízo, fazendo a animação do público. “A banda já vem preparada do Carnaval, porém, no trio, que não aconteceu este ano, tem uma pegada diferente”, comenta o vocalista Marcus Teixeira, o Marquinhos, do Juízo. “Estamos com expectativa de um público muito bom”.

Já na sexta-feira, 22, às 20h, é a vez da escola de samba Os Democratas, junto da bateria da Brinca Quem Pode, fazerem tremer os paralelepípedos da rua Raulino Horn, em trajeto que começa às 20h e encerra à meia-noite na praça Jerônimo Coelho, no Centro Histórico.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Agora Laguna