Servidores da prefeitura de Capivari de Baixo, foram dispensados do trabalho nesta sexta-feira (3). O motivo da liberação foi a desinfecção da sede e o expediente retorna na segunda-feira (6). Três servidores teriam sido diagnosticados com Covid-19 e a decisão foi tomada pela sanitização após os resultados dos exames.

Dois funcionários integram o setor contábil da Administração Municipal e o terceiro trabalhador é da área jurídica. Com o servidor afastado das atividades e todo o setor jurídico foi testado, porém não teve nenhum outro servidor positivado. No local funcionam o gabinete do prefeito, procuradoria, secretarias de Administração, de Educação, e departamentos de Planejamento, Tributos, Contabilidade, entre outros.

A secretária Municipal de Saúde, Adriana Rufino, explicou que duas pessoas foram diagnosticadas com coronavírus nesta quinta-feira e um terceiro paciente foi testado positivo há cerca de 10 dias. “ Os três pacientes estão em isolamento social e são assintomáticos. Eles têm idade entre 29 a 39 anos. Temos seguido todos os protocolos do Ministério da Saúde. Testamos ainda todos os terceiros que tiveram contato com os enfermos”, conta Adriana.

A sanitização de ambientes, que também é chamada de desinfecção, é um conjunto de processos de sanitização que se complementam e promovem a redução da carga microbiológica, ou seja, da ‘quantidade’ de micro-organismos como bactérias, vírus e fungos e também de ácaros presentes nos ambientes. A realização deste conjunto de medidas de sanitização de ambientes de forma concomitante potencializa a ação dos processos entre si.

Especificamente contra o atual Corona Vírus (COVID-19), a ação é eficaz na eliminação e precisa ser complementada com a limpeza e desinfecção de áreas de manuseio constante, como maçanetas, puxadores de armários e eletrodomésticos. Contudo, é vital ressaltar que a ação desinfetante só acontece no momento da aplicação, ou seja, terminado o processo e depois das superfícies estarem secas, o trânsito de pessoas contaminadas já pode provocar a nova contaminação do ambiente.