Capivari de Baixo recebeu nesta sexta-feira (14) R$ 872 mil em emendas parlamentares, que serão destinadas as áreas da saúde, agricultura e também de transferência especial. O montante foi destinado pelo deputado federal Fábio Schiochet (PSL).

A assinatura do recebimento dos recursos ocorreu no gabinete do prefeito Dr. Vicente Correa Costa (PSL). Os vereadores Wanei Fernandes, presidente da Câmara Legislativa e Beatriz Alves, a Bia Alves, ambos do PSL também participaram da ação.

Wanei agradeceu o deputado Schiochet pelas emendas e afirmou que todo o montante será utilizado para o bem do município. “São recursos que vão ajudar a custear inúmeras iniciativas, principalmente na área da saúde. Sabemos que a secretaria precisa de investimentos contínuos e essas emendas irão contribuir para a melhoria do atendimento prestado à população”, enfatiza.

Em dezembro passado após ter vencido o pleito eleitoral para vereadora, Bia Alves viajou para Brasília, no Distrito Federal, em busca de recursos para a cidade termelétrica. Na capital nacional protocolou um ofício pedindo R$ 500 mil para a saúde, que foi atendido nesta sexta-feira. “O montante recebido irá ajudar muito nas demandas do município. Fomos buscar esses recursos que são pedidos dos moradores de Capivari com o deputado Fábio. Agradecemos o apoio e vamos em busca de mais”, assegura.

Schiochet agradeceu a receptividade do prefeito, vereadores e dos servidores do município. Segundo ele, o chefe do poder Executivo e os legisladores estão realizando um bom trabalho no município. “Queremos colaborar ainda mais com o município e espero voltar outras vezes para Capivari de Baixo. Todos os dias a vereadora Bia cobrava, ligava e insistia muito para a liberação das demandas. Hoje elas estão assinadas e serão utilizadas para o bem da população, expõe o parlamentar federal.

De acordo com a Constituição, a emenda parlamentar é o instrumento que o Congresso Nacional possui para participar da elaboração do orçamento anual. Elas são uma forma de descentralizar e dar eficiência à alocação dos recursos públicos afinal, deputados e senadores conhecem mais da realidade de seus estados e regiões do que o governo federal.

Eles podem então, aperfeiçoar a proposta encaminhada acrescentando novas programações orçamentárias com o objetivo de atender às demandas das comunidades que representam. Ao todo, cada parlamentar tem o direito de apresentar até 25 projetos detalhados de emendas individuais que justifiquem o uso dos recursos.