#Pracegover Foto: na imagem há um prédio, pessoas e plantas
#Pracegover Foto: na imagem há um prédio, pessoas e plantas

A sede do Poder Legislativo de Capivari de Baixo, recebeu nesta sexta-feira (25) a terceira sanitização do prédio neste ano. A medida se deve à confirmação de novos casos de Covid-19 entre os funcionários da casa. Com os novos registros se fez necessário que a Câmara tomasse medidas efetivas e urgentes em relação à preservação da saúde de todos.

Foram sanitizadas áreas externas e internas onde funcionários, vereadores e público circulam. A ação deve diminuir a incidência de microrganismos como fungos, bactérias e vírus. O maior motivo para a limpeza é a preocupação com o aumento no número de casos do vírus no município e na região.

O presidente da Câmara Legislativa, Wanei Fernandes, assinou nesta semana a ordem de serviço para que a empresa faça a limpeza do prédio. “Fizemos a sanitização do prédio, temos o termômetro digital, disponibilizamos álcool em gel, para que os servidores possam fazer a higienização das mãos, entre outras ações. Continuaremos seguindo todas as medidas necessárias para diminuir ou eliminar a proliferação do vírus”, explica Wanei.

Desde o início da pandemia, a Casa Legislativa tem adotado cuidados adicionais com a limpeza dos espaços do local. A higienização dos ambientes de trabalho é diária. Os banheiros, por exemplo, são higienizados, no mínimo, duas vezes ao dia, com maior atenção aos sanitários. Além disso, há dispensadores de álcool gel na recepção, em gabinetes, salas, todos os andares e ambientes de uso coletivo.

A sanitização de ambientes, que também é chamada de desinfecção, é um conjunto de processos de sanitização que se complementam e promovem a redução da carga microbiológica, ou seja, da ‘quantidade’ de micro-organismos como bactérias, vírus e fungos e também de ácaros presentes nos ambientes. A realização deste conjunto de medidas de sanitização de ambientes de forma concomitante potencializa a ação dos processos entre si.

Especificamente contra o atual Coronavírus (Covid-19), a ação é eficaz na eliminação e precisa ser complementada com a limpeza e desinfecção de áreas de manuseio constante, como maçanetas, puxadores de armários e eletrodomésticos. Contudo, é vital ressaltar que a ação desinfetante só acontece no momento da aplicação, ou seja, terminado o processo e depois das superfícies estarem secas, o trânsito de pessoas contaminadas já pode provocar a nova contaminação do ambiente.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul