Acontece neste sábado, 9 de maio, o Dia D de Vacinação contra a Influenza. A Secretaria de Saúde de Capivari de Baixo disponibilizará a vacina em cinco locais: nas UBS Ilhotinha, Três de Maio, Centro I, Santo André e na Associação de Moradores Vila Flor, no horário das 08 às 17 horas sem fechar para o almoço.

O sábado marca o início da terceira etapa da campanha, quando os grupos prioritários são crianças de 6 meses a menores de 6 anos; pessoas com deficiências; gestantes; e puérperas até 45 dias.

No entanto, pessoas de grupos prioritários das duas primeiras fases da campanha que por qualquer motivo não se vacinaram podem procurar um destes cinco locais neste sábado. Os grupos são: dos idosos; profissionais de saúde; profissionais das Forças Armadas e salvamento; doenças crônicas não transmissíveis; caminhoneiros; e motoristas de transporte coletivo.

A vacinação das pessoas destes grupos prossegue até dia 17 de maio, porém, não em todos os locais do Dia D. A partir de segunda, 11, a vacina volta a ser oferecida no ginásio municipal e na Associação de Moradores do Bairro Vila Flor, das 8h às 12h e das 13h às 15h. O desempenho na vacinação durante o dia D será avaliado pela Secretaria de Saúde, que estuda a possibilidade de oferecer a vacina a partir de segunda-feira, 11, também nas UBS Três de Maio e Centro I.

A partir do dia 18 de maio a vacina será oferecida para os grupos: adultos de 55 a 59 anos de idade; e professores da rede pública e privada. Esta será a última etapa e vai até dia 6 de junho.

Definição de grupos

A Vigilância Epidemiológica do município ressalta que, de acordo com a Nota Complementar do MS/Dive, define-se a categoria de professores os critérios abaixo, sendo necessária a apresentação de um documento de comprovação, como carteira de identificação profissional, contra cheque, crachá entre outros que identifiquem a função.

– Professores de escolas de ensino infantil, fundamental, médio e superior;

– Professores auxiliares;

– Auxiliar de sala (auxiliares que permanecem todo período em sala de aula com professor titular).

-Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade mantêm-se a necessidade da apresentação de atestado médico, especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação.

O registro de doses aplicadas será realizado em plataforma eletrônica e no consolidado de doses diárias, assim sendo, será indispensável à apresentação do cartão SUS e da Carteira de Vacinação.