#Pracegover : na imagem há diversas pessoas, a maioria com uniforme azul e muitos brinquedos
#Pracegover : na imagem há diversas pessoas, a maioria com uniforme azul e muitos brinquedos

A gestão financeira de instituições de assistência à crianças e adolescentes de famílias de vulnerabilidade social é um grande desafio. Recentemente o pároco da igreja São João Batista, em Capivari de Baixo e presidente do Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Ceaca), padre José Eduardo Bitencourt, o padre Eduardo, divulgou um vídeo nas redes sociais, onde iniciou uma campanha de arrecadação de recursos junto à comunidade e moradores da região, a qual os clientes da Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A (Celesc) podem realizar doações para o Ceaca por meio da sua conta de energia.

Para colaborar basta preencher um formulário disponível na paróquia ou na instituição da cidade termelétrica. No vídeo, o sacerdote convida aqueles que puderem colaborar com a instituição que atende 210 crianças e adolescentes todos os dias. “Estou no refeitório do Ceaca e fiquei apavorado. São 100 crianças às 11h30 e mais 100 às 12h. A comida é ‘punk’. Vamos fazer uma campanha de contribuição na conta de energia elétrica. Se você puder colaborar com R$10 por mês, isso não resolve tudo, mas ajuda em muita coisa. É bom tê-las conosco, mas quando as vejo na mesa fico apreensivo, mas Deus sabe o que faz”, afirma.

O Ceaca é uma entidade filantrópica, comunitária, de cunho social, sem fins lucrativos. Atende diariamente cerca de 210 crianças e adolescentes, servindo em média mais de 400 refeições por dia. O objetivo da entidade é desenvolver um trabalho socioeducativo, preventivo e sistemático junto às crianças e aos adolescentes de famílias de baixa renda. A atividade na instituição teve início em 1998 e atendia apenas 34 crianças.

O local oferece há mais de 20 anos para as crianças e adolescentes em vulnerabilidade social atividades no contraturno da escola como futebol, vôlei, basquete, reforço escolar, atividades culturais e artísticas como aulas de músicas, canto e dança, além de acompanhamento com assistentes sociais e psicólogos, que visam a interação social, proteção e qualidade de vida. As atividades no Ceaca ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul