Junto com o início da estação mais quente do ano, o Fórum Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Adolescente no Trabalho em Santa Catarina (FETI), o Ministério Público do Trabalho (MPT-SC) e demais entidades parceiras deram a largada, na sexta-feira (21), à campanha de erradicação do trabalho infantil na temporada de verão 2018/2019.

A campanha “Rejeite produtos vendidos por crianças e adolescentes e denuncie a exploração sexual e o trabalho infantil” orienta os turistas a não consumir produtos ou serviços oferecidos por crianças e adolescentes nas praias, festas (especialmente no réveillon e no carnaval), pontos turísticos, estacionamentos, lavação de automóveis, bares, restaurantes e outros locais públicos. Também pede que qualquer flagrante seja denunciado pelo disque 100.

Santa Catarina está entre os Estados do país com maior número de trabalho infantil. Desde 2016 foram encaminhadas para o MPT-SC, 228 denúncias sobre trabalho infantil. Do total, já foram abertos 126 inquéritos civis.

A prática que se concentra principalmente nas áreas rurais, na agricultura familiar, nessa época do ano ganha os centros urbanos, muitas vezes com o consentimento dos pais sob o argumento de aumentar a renda familiar e ao mesmo tempo ocupar a mão-de-obra infanto-juvenil no período das férias.

No entanto, esses pequenos trabalhadores acabam expostos à criminalidade, exploração sexual, tráfico de drogas, atividades insalubres e perigosas e, no recomeço do ano letivo, terão dificuldade de acompanhar os colegas de classe.

Divulgação da Campanha

A campanha é composta por cards e vídeos para as redes sociais do MPT-SC que visam mostrar porque crianças e adolescentes não devem trabalhar e quais as consequências do trabalho precoce no futuro desses jovens.

Faixas foram colocadas em locais estratégicos para maior visibilidade dos turistas como nos postos da Policia Rodoviária Federal de Biguaçu e Palhoça na BR-101, rotatória da praia do Campeche e no terminal rodoviário de Florianópolis.

Outdoors foram instalados também na cidade de Itajaí e na capital do Estado. A partir da primeira quinzena de janeiro, ônibus vão circular com a campanha, em espaços cedidos pela Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana. A campanha iniciada hoje com a publicação de vídeos e cards no facebook do MPT-SC, também estreia o Instagram da instituição (@mptsc).