A primeira etapa dos grupos prioritários da vacina contra a gripe, idosos e profissionais da saúde, encerrou neste sábado (18). A meta prevista pelo Ministério da Saúde de vacinações foi atingida.

A próxima etapa ainda não tem previsão de início. A campanha para o segundo público, que abrange sete grupos prioritários, vai acontecer assim que novas remessas chegarem no município. O Ministério da Saúde envia doses semanalmente, mas sem data definida.

“Além de não sabermos quando vai chegar, também não sabemos quantas doses vão enviar e por isso não podemos dizer qual vai será a estratégia. Assim que chegarem as novas doses, que deve acontecer ainda esta semana, anunciaremos a continuação da campanha de vacinação”, relata a coordenadora da Atenção Básica Vanessa Venâncio.

De acordo com o site do governo do Estado, na segunda fase da Campanha de Vacinação contra a gripe, “além dos idosos e trabalhadores da saúde que ainda não foram vacinados, também vão receber a vacina: caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários; profissionais das forças de segurança e salvamento; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; e população privada de liberdade”.

 

Primeira etapa

Todas as 32 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município participaram da mobilização e conseguiram imunizar, durante a manhã de sábado (18), 4.845 idosos acima de 60 anos. Para a coordenadora da Atenção Básica foi uma ótima campanha. “Foi excelente e muito positivo. Apesar do movimento ter sido bem intenso em todos os postos de vacinação, tudo foi realizado de maneira segura e ágil”, relata.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, do censo do IBGE de 2010 e a estimativa de 2012, a população estimada para a primeira etapa da campanha entre idosos e profissionais de saúde é de 12.074 e 2.758, respectivamente. Durante a campanha o município conseguiu bater a meta dos dois públicos, imunizando 12.354 idosos acima de 60 anos e 2.881 servidores da saúde.

“Nós sabemos que os dados do MS trabalham são de 2012, no entanto, sempre foi difícil alcançar essa meta. Temos a sensação que o aparecimento da pandemia, fez com que a população se conscientizasse sobre a prevenção da saúde e mantê-la sempre em dia. É uma sensação de dever cumprido”, comenta Vanessa.

 

Números campanha

• Trabalhadores de saúde: total de 2.881 vacinados

De 20 a 29 anos – 713 vacinados

De 30 a 39 anos – 973 vacinados

De 40 a 49 anos – 777 vacinados

De 50 a 54 anos – 253 vacinados

De 55 a 59 anos – 165 vacinados

 

• Idosos: total de 12.354 vacinados

De 60 a 64 anos – 3.201 vacinados

De 65 a 69 anos – 2.946 vacinados

De 70 a 74 anos – 2.201 vacinados

De 75 a 79 anos – 2.197 vacinados

Acima de 80 anos – 1.809 vacinados