Sistema de monitoramento das imagens funciona 24 horas por dia
Sistema de monitoramento das imagens funciona 24 horas por dia

 

Mirna Graciela
Imbituba]
 
Após a instalação das câmeras de segurança em Imbituba, quase dois meses atrás, não há registro de arrombamentos no município. Até então, ocorria uma média de três crimes deste tipo por semana em estabelecimentos comerciais. O major José Hoffmann Junior, comandante da Guarnição Especial da Polícia Militar, relata que o índice era alto e os novos equipamentos trouxeram muita tranquilidade à população, pois também permitem fazer a fiscalização do trânsito. 
 
Através das imagens gravadas, já foram solucionados casos de responsabilidade por danos em acidentes. São seis câmeras fixas, desde a praia até a região central, onde fica o comércio, que fazem um movimento de 360 graus. O sistema comporta até 20 equipamentos. “Fizemos essa escolha (de rotação) porque a grande parte está colocada nas rótulas”, justifica. 
 
Tudo é controlado na sede da Polícia Militar, onde é feito o monitoramento das imagens 24 horas por dia. “O sistema de vídeo não é a solução dos problemas de segurança pública, mas é uma ferramenta de auxílio que otimiza o trabalho da polícia, porque, na medida que identificamos alguém em atitude suspeita, o próprio operador aciona a viatura para fazer a checagem”, explica o comandante.
 
População está tranquila com os novos serviços
Os comerciantes do município estão satisfeitos. Um deles é proprietário da Gota Surf Shop, Manoel José Martins. Para ele, foi um grande passo. “Esse novo serviço nos trouxe muita segurança, inibe qualquer ação mal intencionada. Nos arredores do meu estabelecimento, muitas coisas melhoraram. Em Imbituba hoje o índice de criminalidade é quase zero”, comemora. 
O município recebeu no ano passado uma viatura móvel, que tem uma base operacional. “Como a transmissão das imagens é via rádio, acreditamos que até maio, no WQS Segunda Divisão do Surf, já estaremos usando. Faltam alguns ajustes e a compra da câmera, avaliada hoje em R$ 9,7 mil. Daí vamos fazer o monitoramento em eventos, como festas, jogos de futebol e outros”, adianta o comandante da PM, José Hoffmann.
 
Outros municípios serão monitorados
Imbituba é o primeiro município da Amurel a colocar câmeras de segurança em funcionamento. E outras cidades estão na expectativa. O comandante da 8ª Região da Polícia Militar, Fernando José Luiz, lembra que os equipamentos para Tubarão já foram adquiridos. “Está faltando a operacionalização da Central de Emergência, onde teremos o monitoramento, a recepção do telefone 190 e o despacho das viaturas. A intenção é fazer integrada com outras centrais, como o Samu, a Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros. Quanto mais centralizado, melhor”. 
Em Braço do Norte, o projeto já está em andamento e existe uma grande mobilização entre líderes políticos, empresários e polícia para a instalação do sistema. 
O comandante Fernando José Luiz tem uma vasta experiência em vídeo monitoramento, já foi chefe da Central Regional de Emergência da Polícia Militar em Balneário, onde uma das atividades é este tipo de trabalho.