Tubarão

O processo de licitação para aquisição das câmeras de segurança que serão instaladas em Tubarão ainda não foi concluído. Os recursos das empresas desclassificadas ou que não aceitaram o resultado do pregão continuam em avaliação pela comissão de licitação da secretaria de segurança pública. A concorrência ocorreu no dia 11 de março e, desde então, a homologação é aguardada. A previsão é encerrar o processo licitatório em quatro meses.

A partir da homologação, as empresas terão cerca de 20 dias para entregar os materiais. Em Tubarão, apenas seis pontos de videomonitoramento serão instalados – o projeto previa 36. Na região, apenas Tubarão e Garopaba foram contempladas. Cada ponto custou R$ 9,5 mil. O valor total do investimento é de R$ 1,5 milhão.

Outra licitação que ocorre paralela à das câmeras de segurança é para a instalação da Central Regional de Emergência de Tubarão, que unificará o atendimento da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e Samu. Este processo também aguada a homologação da empresa vencedora.
As câmeras são vistas pela população como uma arma a mais no combate à criminalidade, que cresce assustadoramente na cidade.