O Projeto de Lei n° 02/2022, de autoria dos vereadores João Julião, Edmundo do Nascimento e Jairo Pereira dos Santos, “que veda a exigência de comprovante vacinal”, foi aprovado na sessão desta segunda-feira (7).

O plenário da Câmara de Garopaba contou com integrantes de movimentos antivacina vindos de outros municípios e apoiadores contra a exigência do passaporte vacinal.

O vereador João (PP), um dos autores do PL, citou a frase “Moderação na defesa da verdade é serviço prestado à mentira”, de Olavo de Carvalho, morto dias após diagnóstico de COVID – escritor que minimizou a pandemia e questionou a eficácia da vacina. No grupo dos vereadores, um dos parlamentares chegou a postar fake news de que o Japão trocou vacinas por ivermectina, entre outros absurdos da desinformação.

Jean Ricardo enfatizou que devemos acreditar na ciência e no trabalho de milhares de cientistas envolvidos nas vacinas aprovadas, e fazer nosso papel de cidadão consciente: vacinar e dar exemplo a todos aqueles que ainda possuem dúvidas sobre a imunização. O projeto segue para sanção ou veto do prefeito municipal.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Câmara de Vereadores de Garopaba