#Pracegover Foto: Na imagem há um cão morto. Ele está no chão próximo a uma estrada

Três cães foram encontrados mortos entre as Praias do Gi e do Sol, em Laguna, neste final de semana. A causa da morte dos animais foi por envenenament. Não há informações se alguém foi preso ou identificado em decorrência dos óbitos do trio.

De acordo com a Sociedade Lagunense de Proteção aos Animais Abandonados (Solpra), esta não é a primeira vez que mortes de cães ocorrem na região. “Estamos na busca para descobrir quem praticou o ato e pedimos a ajuda da população. É difícil nessas situações encontrar o culpado”, pontua a assessora jurídica da entidade, Edden Araújo.

As investigações da entidade da Cidade Juliana seguem para identificar o responsável pelo descarte dos animais. O ato pode ser enquadrado em várias situações previstas na Lei de Crimes Ambientais.

Artigo 32: Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. A pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Artigo 54: pune a conduta de causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de Animais ou a destruição significativa da flora. A pena é de reclusão de um a quatro anos, além da multa

Artigo 68: Deixar, aquele que tiver o dever legal ou contratual de fazê-lo, de cumprir obrigação de relevante interesse ambiental. A pena – detenção, de um a três anos, e multa.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul