#ParaTodosVerem Na foto, um cachorrinho branco muito feliz por ir ao supermercado!
- Foto: Divulgação

Já tem rede de supermercado carioca que está investindo até em carrinhos específicos para os consumidores fazerem suas compras na companhia de seus bichinhos. O Decreto 51.262 do prefeito carioca, Eduardo Paes, publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro (DO Rio), entrou em vigor nesta sexta-feira (5) e torna bem-vinda a entrada e a circulação de animais domésticos nesses estabelecimentos. O Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a ter a rede supermercadista pet friendly, ou seja, amiga dos animais de estimação. A iniciativa partiu da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), que vai emitir o selo ‘Super Pet’ para os mercados que desejarem aderir à prática.

“Não inventamos nada. Apenas trouxemos para o Brasil uma cultura maravilhosa, muito comum em outros países, como os Estados Unidos. Não há nenhum risco para contaminar os alimentos”, afirmou o presidente da Asserj, Fábio Queiróz, que rebateu o que ele considera ser uma espécie de tabu, “uma coisa enraizada”, dizer que animais e supermercados não combinam. “Isso não tinha o menor sentido”. O supermercadista também elogiou a legislação feita pelo Instituto Municipal de Vigilância Sanitária (IVISA-Rio), que serviu de base para o decreto da prefeitura do Rio. “Dava muita dó ver os animais fora das lojas, amarrados. E não há obstáculo nenhum para nossos pets nos acompanharem”, garantiu. “Mais do que abraçar e incentivar a causa animal, a medida não traz nenhum risco para os humanos, pois as lojas que aderirem terão pessoas dedicadas a higienizar todas as áreas com frequência muitos maior do que é feito hoje”, explicou

O lançamento do Selo Super Pet será neste sábado (6), às 10 horas, no Carrefour da Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade. Para receber o selo, os supermercados deverão seguir algumas normas, assim como os tutores. O decreto da Prefeitura estabelece que as lojas deverão informar ao consumidor, por meio de aviso indicativo, tratar-se de estabelecimento pet friendly (amigo dos animais de estimação). Cada rede poderá criar a identidade visual que desejar para isso. Os estabelecimentos que quiserem investir ainda mais na causa, terão autonomia para instalar áreas de recreação para os animais, sob a supervisão constante de colaborador, disponibilizar carrinhos específicos para carregar as compras e os pets e oferecer água potável em ambiente específico.

As lojas também devem ampliar a higienização dos espaços de circulação. Para os tutores, as regras são simples: para entrar nos mercados que aderirem ao selo, os doguinhos e gatinhos devem estar com as vacinas e a vermifugação em dia. Os certificados de saúde devem ser apresentados na entrada dos estabelecimentos. No caso dos cães, eles precisam estar com coleira ou focinheira (dependendo do porte). Os gatos devem estar na caixinha de transporte. Oferecer água ou comida dentro do supermercado não será permitido – exceto nos mercados que disponibilizarem ambientes específicos para que os bichinhos recebam água potável.

Fonte: Agência Brasil

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul