#ParaTodosVerem Na foto, um gatinho preto deitado em cima de um tapete
- Foto: Divulgação

As pessoas interessadas no acolhimento provisório de cães e gatos vítimas de maus tratos terão um tempo maior para se cadastrarem na Vigilância em Saúde de Imbituba. O prazo foi prorrogado até o dia 20 de agosto. Para ser um voluntário, basta realizar a inscrição, de segunda a quinta-feira, das 13 às 16 horas, no órgão municipal. A ação está preconizada pela Lei 5276/2021, que instituiu a ‘família acolhedora’ para assistir os bichinhos que são resgatados ou retirados de seus tutores por conta de algum tipo de violência.

A regra estabelece o trabalho será voluntário e os cadastrados, após avaliação e aprovação pela equipe da Vigilância em Saúde, receberão subsídio financeiro para a alimentação e vermifugação dos animais. Ainda que a lei institua o termo ‘família acolhedora’, qualquer pessoa com 21 ou mais, independente se homem ou mulher e estado civil, pode se cadastrar. Veja quais são os requisitos:

• Ser maior de 21 anos (sem restrição ao sexo ou estado civil);
• Ter disponibilidade de tempo e interesse em oferecer apoio, proteção e afeto aos animais acolhidos;
• Residir em Imbituba;
• Apresentar idoneidade moral, boas condições de saúde física e mental;
• Não apresentar problemas psiquiátricos ou de dependência de substâncias psicoativas;
• Possuir disponibilidade para participar do processo de habilitação (entrevista) e das atividades do serviço e citar parecer técnico, expedido pela equipe, avaliando as condições sócio econômicas, bem como a situação de espaço, condições de higiene e sanitárias do local;
• Estimular os animais, buscando que eles recebam bons cuidados até encontrar um lar definitivo.

Fonte: Prefeitura de Imbituba

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul