Após passar 15 dias esperando o dono que havia falecido em decorrência da Covid-19, várias pessoas se sensibilizaram com a história de Latifah. Com isso, ela foi adotada por uma professora.

A cachorrinha esperou pacientemente em frente a unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Guarujá-SP. A foto de Latifah foi amplamente divulgada nas redes sociais. Ao tomar conhecimento da história, a professora Elizabeth Cordeiro iniciou o processo de adoção, que foi concluído em pouco menos de uma semana. Latifah já era castrada e tem boa saúde.

Com isso, a docente se dirigiu até o canil onde Latifah estava e foi informada de que a veterinária Elizabeth Coutinho tinha acolhido a cadelinha por 15 dias, até que uma família fosse buscá-la. No mesmo dia, a professora e a filha dela foram até a casa da veterinária, onde tiveram o primeiro encontro com Latifah.

As duas batizaram a cadelinha, que antes se chamava Esperaça, com o nome de Latifah. Luna, a outra cadela da família, rapidamente se entrosou com a nova amiga. “Tinha medo dela estranhar, mas na verdade a Luna gostou da companhia da nova irmã e hoje uma cobre a solidão da outra”, disse Elizabeth.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Portal Aconteceu