Os bombeiros retomaram na manhã deste domingo (5) as buscas pela vítima que está desaparecida e pelo cão Barney em uma região de mata e rio de Içara, no Sul do Estado. O cachorro, que era do Corpo de Bombeiros Militar de Lages, na Serra catarinense, morreu na noite de sexta-feira após entrar no rio para indicar a localização da possível vítima aos socorristas, porém não voltou mais à superfície.

As buscas pelo animal começaram logo após ele ter entrado na água. Neste sábado (4) foi acionada a força-tarefa do 4º Batalhão do Bombeiro Militar de Criciúma, com um total de 10 profissionais, para auxiliar no trabalho.

O local, segundo os bombeiros, tem muita sujeira na água, desde galhos e troncos de árvores até lixo. Os socorristas precisaram utilizar uma retroescavadeira para retirar os entulhos acumulados no rio. As buscas são feitas com embarcações e mergulhadores. Elas encerraram no início da noite deste sábado e serão retomadas na manhã de domingo.

O trabalho para encontrar a vítima inicial, um homem de 52 anos, começou na quarta-feira (1°), logo após a família acionar os bombeiros. A região onde a pessoa poderia estar desaparecida é uma área rural e por onde passa um rio. De acordo com os bombeiros, durante as buscas, foi localizada a bicicleta da vítima. Foi quando os socorristas iniciaram o trabalho pela água.

No terceiro dia de buscas, o cão Barney foi acionado. Durante o trabalho, o animal pulou na água para indicar a possível localização da vítima. Segundo informações da corporação, a suspeita é que o cão tenha ficado preso embaixo do rio, pois não retornou mais à superfície, e depois tenha sido arrastado pela correnteza.

Barney atuou no resgate em Brumadinho

O cão Barney era um dos 10 cachorros que o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina possui para operações. Da raça labrador, ele tinha dois anos e uma rotina que envolvia treinamento, mas também reservava espaço para brincadeiras e doçura do animal. 

Em fevereiro, Barney e seu responsável nos bombeiros, o soldado Luciano Rangel, integraram a equipe de catarinenses que participou das buscas por vítimas no rompimento da barragem de mineração em Brumadinho (MG). 

Em uma rede social, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina divulgou notas lamentando a perda de Barney.