O prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten, que já foi diagnosticado com Covid-19, anunciou nesta quinta-feira (9) que o município vai adotar um novo protocolo de manejo de pacientes sintomáticos e com síndrome gripal e vai disponibilizar hidroxicloroquina ou cloroquina, ivermectina, sulfato de zinco e vitamina D em suas farmácias, “respeitando a prescrição do médico e a sua avaliação realizada individualmente em cada paciente para tratamento precoce”.

Conforme o diretor técnico da Secretaria Municipal de Saúde, doutor João Eugenio Henrique Heidemann e Silva, a intenção do protocolo é evitar que a doença passe do primeiro estágio para estágios mais avançados que exijam internação.

Ainda não existe tratamento preventivo para a Covid-19, disse o diretor técnico do Hospital Santa Teresinha (HST), dr. José Nazareno Goulart Junior, e que o tratamento é realizado após aparecerem os primeiros sintomas. “Além disso, os exames têm dias certos para serem realizados e é importante sempre buscar orientação médica”.

O protocolo foi elaborado pelo diretor técnico da Secretaria Municipal de Saúde com participação da médica infectologista Elatanea Esteves de Almeida, com base em orientações do Ministério da Saúde, da Sociedade Brasileira de Infectologia, do Hospital Naval Marcílio Dias e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Serviço Alô Braço Norte pode ajudar

O secretário de Saúde, Sérgio Fernando Domingos Arent, orienta a quem estiver com sintomas gripais ligar para o Alô Braço do Norte (3658-2646/99937-1450) antes de procurar o Centro de Triagem para evitar um possível contato com quem já testou positivo.

“O Centro de Triagem está em funcionamento todos os dias, de segunda a segunda, das 7 às 19 horas, com equipe técnica ampliada por conta da grande demanda. Desde o dia 25 março, data da implantação do Centro de Triagem, até hoje, quinta-feira, 09 de julho, foram atendidas 5658 pessoas e realizados 2193 testes. Só esta semana foram 1250 atendimentos e 350 testes”.