Reajuste de 9,8% de 2016 será pago em quatro parcelas de 2,45%

Braço do Norte

A lei que determina o reajuste do funcionalismo público foi enviada pela prefeitura de Braço do Norte à Câmara de Vereadores, na tarde desta segunda-feira (8). De acordo com o prefeito Beto Kuerten Marcelino, o reajuste de 2017 será conforme o INPC deste ano.

Além disso, será resgatado o reajuste de 2016, que era de 9,8% e será dado em quatro parcelas de 2,45%. “A Justiça do Trabalho deu parecer favorável à prefeitura, na questão impetrada pelo Sindicato dos Servidores Municipais, que pedia o reajuste. Mas a administração não acha justo com os funcionários, que se dedicam dia a dia aos seus afazeres, por isso, dentro das possibilidades do orçamento do município, concedemos o reajuste”, comentou.

O município também irá conceder aos professores a atualização o piso do magistério, com cerca de R$ 100 mil de impacto financeiro e a progressão de 2%. Já os servidores da secretaria de obras terão 2,5% de progressão, conforme estabelecido em lei.

Vale alimentação

O vale alimentação, que não é reajustado há sete anos, receberá incremento de 25% e passa a ser por assiduidade. “Conversamos com representantes do sindicato, que concordaram com a assiduidade como estímulo para a diminuição de dias de atestados”, explicou o prefeito. Nos quatro primeiros meses de 2017, foram entregues no Setor Pessoal 430 atestados, totalizando mais de 1.200 dias de afastamento.

Beto salientou ainda que, no momento, a folha de pagamento está em torno de 45%. “Sabemos que com as contratações do concurso publico e processo seletivo a tendência é que a folha aumente um pouco, mas estamos planejando tudo com muita responsabilidade”, salientou.