Braço do Norte confirmou, nesta quarta-feira (11), o primeiro caso de dengue autóctone, o que significa que o paciente foi contagiado com a doença no Município. Trata-se de uma mulher de aproximadamente 40 anos, residente em Gravatal, porém, contraiu a doença na Capital Nacional do Gado Jersey.

De acordo com a equipe do Programa de Combate às Endemias da Vigilância em Saúde de Braço do Norte, durante o ano de 2022 Santa Catarina registrou mais de 32 mil casos de dengue. “Estamos em um ano muito crítico, muito por conta do clima favorável à proliferação do vetor”, explica a agente de endemias, Cibele da Silva.

Segundo ela, Braço do Norte registrou 10 focos do mosquito Aedes Aegypti desde janeiro até maio. “Isso já havia acendido um alerta, agora que já temos a doença, a atenção deve ser redobrada”.

A indicação da Secretaria de Saúde é que uma unidade de saúde seja procurada caso haja sintomas como febre alta persistente, fadiga, dores de cabeça, dores nas articulações, dores atrás dos olhos, manchas avermelhadas pelo corpo, diarreia ou vômito. “Muito importante, nesse momento, que a população não se automedique, pois isso pode agravar os sintomas e podendo desenvolver a forma mais grave da doença: a dengue hemorrágica. Vamos todos fazer nossa parte, pois a dengue mata!”, alerta o secretário de Saúde, Sérgio Arent.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Governo de Braço do Norte