Liliane Dias
Braço do Norte

Apesar de apenas sete meses de instalação oficial da paróquia Santa Rosa de Lima no Rio Bonito, em Braço do Norte, os trabalhos seguem a todo o vapor. São 14 comunidades, cujas lideranças apresentam excelentes resultados à comunidade.

“Primeiro, construímos a casa paroquial. Agora, temos um centro pastoral com secretaria, sala de atendimento, auditório e quatro salas de catequese, construídos desde dezembro”, relata o pároco Pedro Goulart Alves.
Além do desenvolvimento material, o espiritual ganha espaço nas comunidades, principalmente entre os jovens. “Hoje, estamos com oito grupos de jovens organizados e com reuniões semanais”, destaca.

O padre ainda ressalta a importância das lideranças. “Há um empenho grande nos setores pastorais e de todo o povo, tanto na colaboração material quanto espiritual”, orgulha-se.
Padre Pedro conta que quando foi para Rio Bonito, em fevereiro de 2007, havia uma preocupação em formar pastorais de lideranças, animar as comunidades e construir a casa paroquial.

“Avaliamos as necessidades, movimentamos as lideranças e iniciamos um trabalho de visitas às comunidades. Ainda temos muito a fazer, mas caminhamos bem”, ressalta.
Segundo ele, também é importante o fato de haver horários fixos às missas e um padre sempre à disposição da comunidade.

“São atendidas, no mínimo, 12 pessoas por dia às quintas-feiras. Sem contar com as visitas realizadas semanalmente nas casas das famílias da comunidade. Isso tem contribuído para o aumento da participação, que chega a aproximadamente 40%”, acrescenta.

Festividades
Priorizar a família como um todo é a intenção da paróquia ao promover, pelo segundo ano, a Semana da Família. “Tentamos, além de estimular a fé, trabalhar com o lado pedagógico e mostrar a importância da família”, explica.

Esta semana, diversas missas e atividades são desenvolvidas direcionadas a cada membro da família. “Missa aos jovens, mulheres e aos homens. A expectativa é de que o público seja em torno de 2,5 mil fiéis na igreja”, conclui.