Bertoldo Weber
Braço do Norte

No município com maior número de eleitores do Vale do Braço do Norte, duas chapas disputam a majoritária nas eleições. De um lado, Ademir Matos (PMDB) como candidato a prefeito e Charles Bianchini (DEM) como vice. Do outro, disputará Ademir Schmoeller (PP) e Maristela da Cunha Cardoso (PP).
Em Braço do Norte, dia 26, PMDB, DEM, PSDB, PTB, PDT, PSB, PRB e PPS já tinham decidido e batido o martelo apoiando a candidatura do ex-prefeito de Braço do Norte e ex-secretário regional.

Pela situação (partido do atual prefeito Luiz Kuerten), o PP apostou as fichas no nome de Evanísio Uliano, presidente da Cerbranorte, para sair na cabeça-de-chapa, mas não obteve êxito e resolveu apostar no PT, com o bancário Jamir Coan como candidato a prefeito.

Novamente surpreendido negativamente, segunda-feira, depois de análise e conversas entre filiados e lideranças locais, bateram o martelo com o vereador Ademir Schmoeller (PP) como candidato a prefeito e a secretária da educação, Maristela da Cunha Cardoso (PP) como vice. O partido será apoiado pelo PT.
Ademir Matos enfatiza a forma natural com que foi fechada a aliança entre os oito partidos.

“Faremos uma campanha bonita”, reforça. Já o candidato a prefeito Ademir Schmoeller diz que o PP tem história no município e terá mais uma oportunidade de disputar uma eleição à majoritária. “A população analisará os candidatos, histórias, propostas e decidirá quem merecerá o voto de confiança”, observa.