Wagner Silva
Braço do Norte

No primeiro dia de 2009, esta quinta-feira, enquanto os demais municípios recebem os seus prefeitos, a população de Braço do Norte conhecerá ‘apenas’ o chefe de executivo interino. O escolhido, entre os nove vereadores eleitos, permanecerá no cargo até que haja a nova eleição, provavelmente em março. Até lá, administrar o município será tarefa do presidente da câmara de vereadores.

Para definir quem ocupará a vaga, logo após o início da sessão de posse, serão montadas as chapas que concorrerão à presidência do legislativo. Ainda poderá haver mudanças. Segundo o assessor da mesa diretora, Edinei Wiggers, logo após, serão feitas as cédulas de votação, que serão entregues aos vereadores em ordem alfabética. “Eles devem votar e assinar. Após a votação, será feita a leitura dos votos e proclamado o novo presidente”, detalha o assessor.

O último voto da casa será o do vereador reeleito Salésio Meurer. Poderá ser dele o voto que decidirá o futuro, em curto prazo, do município. Após a posse no legislativo, será realizada a convocação do suplente, cujo partido deverá ser o mesmo do eleito presidente da casa. Concluídos todos estes passos, ocorrerá a cerimônia de transmissão de posse do atual prefeito, Luiz Kuerten (PP), e Tilico, para o interino.