Com mensagens para o futuro a Capsula do Tempo foi enterrada na Praça Padre Roher de onde será retirada nas comemorações do centenário de Braço do Norte  -  Foto:Prefeitura de Braço do Norte/Divulgação/Divulgação/Notisul
Com mensagens para o futuro a Capsula do Tempo foi enterrada na Praça Padre Roher de onde será retirada nas comemorações do centenário de Braço do Norte - Foto:Prefeitura de Braço do Norte/Divulgação/Divulgação/Notisul

Braço do Norte

Em um dia belíssimo de sol, Braço do Norte comemorou oficialmente seus 60 anos de emancipação político-administrativa – datada em 22 de outubro – no último sábado. A abertura oficial do evento contou com a presença de autoridades e moradores.

Após a apresentação do hino da cidade, pelo coral da Escola Municipal Atílio Ghisi, os alunos da Asacad declamaram o poema “A vida é feita de escolhas”. Os candidatos a prefeito mirim discursaram ao público as propostas de governo. 

As comemorações foram marcadas por belas apresentações culturais, entre elas dois shows de dança promovidos pela Asacad e a performance dos músicos do projeto “Construindo Sons”. 

O lançamento oficial do selo postal Braço do Norte 60 anos, realizado pelos Correios, foi realizado pelo gerente regional da empresa, Marciano da Silva Vieira. Todos os ex-prefeitos que estiveram à frente do município nestes 60 anos foram homenageados com um quadro do selo comemorativo. Os prefeitos em memória tiverem as homenagens entregues aos familiares. O ex-prefeito, Wilson Westphal, que administrou de 1970 à 1973, destacou a honra em receber a homenagem. “Quando fui prefeito, tínhamos 12 mil habitantes, hoje, mais de 30 mil. A cidade cresce e fica mais bonita a cada dia, comprovando o que sempre soubemos que Braço do Norte é formada por um povo trabalhador e empreendedor”, discursou em nome dos homenageados. 

Para ficar na história
Os representantes da administração municipal e da Associação Braçonortese de Letras (Abrale) realizaram a solenidade de enterramento da Cápsula do Tempo de Braço do Norte. Com mensagens para o futuro coletadas durante os últimos meses entre entidades, escolas, meios de comunicação, a Cápsula do Tempo foi enterrada na Praça Padre Roher de onde será retirada apenas há exatos 40 anos, nas comemorações do centenário de Braço do Norte. As comemorações dos 60 anos encerraram de forma histórica e será lembrada por gerações.