Braço do Norte: Aos 6 anos, Vinícius Volpato, prova que não há idade ou limites para empreender

Depois de quebrar a tela do celular, decidiu que não ia pedir para os pais ajudar, ele mesmo daria um jeito: vender suco de laranja. Reuniu a família na produção e ainda contou com o cooperativismo do irmão no processo de vendas!

Braço do Norte – O pequeno Vinícius Deodato Volpato, de apenas 6 anos, mostrou que não há idade ou limites para empreender. Depois de quebrar a tela do celular, decidiu que não ia pedir para os pais ajudar, ele mesmo daria um jeito. Foi quando teve a ideia de vender suco de laranja para arrecadar dinheiro e arrumar o aparelho.

Vinícius reuniu o irmão Gabriel de 10 anos e os pais Layon e Mariana (31 anos) para ajudar na produção. Montou uma barraca em frente a sua casa e esperou os clientes chegar. Em apenas 1 hora o jovem empreendedor vendeu 50 copos de suco! O irmão Gabriel ajudou nas vendas.

Layon disse que gostaria de deixar o filho vender mais, porém, com a pandemia do Covid-19 achou melhor não estender as vendas.

A iniciativa de Vinícius e o cooperativismo do irmão chamaram a atenção do empreendedor de Braço do Norte, Michell Sombrio, que comprou um copo de suco, gravou toda a negociação e publicou nas redes sociais.

“Devemos incentivar o empreendedorismo na gurizada! E eles estão seguindo todas as normas de higiene e segurança, máscaras, álcool em gel, o sistema é take away! A Água da Serra que se cuide, pode estar vindo aí um forte concorrente. É ou não é um bom exemplo?”, escreveu Michell.

O vídeo já tem 1,4 mil curtidas, 284 comentários e 2,2 mil compartilhamentos.

 

Preparar os filhos para a vida

Se exemplos assim enchem o coração de desconhecidos, imagina dos pais! Layon, que também é empresário, disse que sentiu muito orgulho pela atitude do filho, já que ele e a esposa têm como premissa preparar seus filhos para a vida.

“Os dois ajudam na empresa organizando o almoxarifado, limpando as coisas e sabem que precisam fazer por si”, disse o pai.

Layon contou que na semana em que Vinícius decidiu vender suco para trocar a tela do celular, ele e Mariana tinham combinado de dar um aparelho novo para o filho no fim de semana. Os pais foram pegos de surpresa e mesmo assim deixaram o filho seguir com os planos.

Vinícius arrecadou R$ 50 reais com a venda dos sucos e tinha dinheiro guardado que ganhou do pai após tirar um deite de leite e ajudar o pai na empresa. “Ele vai doar o dinheiro das vendas para o irmão comprar um cartão de memória para seu celular”.

Layon e Mariana fazem questão de continuar incentivando as ideias dos filhos. “O Vinícius teve iniciativa e não importa o que ele queira, a gente apoia. A parceria do Gabriel também foi fundamental, foram uma equipe perfeita”, disse o pai.