Wagner da Silva
Braço do Norte

Com um pouco de conhecimento é possível agregar valor aos produtos das famílias rurais. Este é um dos objetivos do curso de massas e congelados, ministrado durante dois dias para 16 pessoas de vários municípios do Vale.

As aulas ocorreram em Grão-Pará.
O curso, oferecido pelo Sindicato Rural de Braço do Norte, é um dos 110 promovidos pelo Serviço de Aprendizagem Rural (Senar) através de sindicatos rurais em todo o país. Durante as 16 horas/aula, ministradas pela instrutora Maria Ivone Ortolan, os participantes produziram vários pratos com recursos de suas propriedades, utilizando fatores saudáveis, como menor quantidade de óleo e gorduras.

Para o presidente do sindicato, Edemar Della Giustina, o trabalho do Senar está cada vez mais profissional, com investimentos em qualidade. “Em geral, capacitar o produtor é agregar valor à sua propriedade, produtos, melhorando a renda e a qualidade de vida da família, com recursos próprios. Esta é a visão do Senar, que investe em cursos com alta qualidade”, destaca.

Segundo a supervisora da regional sul do Senar, Sueli Silveira Rosa, o Senar oferece 450 cursos gratuitos no estado, 80 apenas na região sul. “Os cursos são sempre voltados ao meio rural e financiados pelos próprios produtores, que pagam imposto sob os produtos que comercializam. Nosso objetivo é justamente a promoção social, tornar o meio rural mais auto-sustentável”, enfatiza a supervisora.

Além disso, o Senar já oferece cursos na área pesqueira. “Novos cursos são criados para atender a demanda das pessoas litorâneas, para que tenham opções fora da temporada e possam manter a renda familiar”, completa Sueli. Os cursos oferecidos seguem as regras de higiene e saúde e possuem certificado aos participantes.