Laguna

Mais uma obra de arte especial do lote 25 (acesso sul a Itapirubá, em Laguna, a Capivari de Baixo) foi liberada ontem à tarde para o tráfego de veículos. A passagem inferior de acesso ao Estreito, no quilômetro 303 da BR-101, em Laguna, é a terceira concluída em pouco mais de um mês pelo consórcio Blokos/Emparsanco/Araguaia. A primeira foi a passagem de acesso ao Núcleo de Moradia, no quilômetro 300. A segunda no acesso à praia do Sol (quilômetro 305).
Ainda que o trânsito flua normalmente neste trecho da rodovia, uma equipe do grupo ainda efetua, ao longo desta semana, trabalhos complementares no local, como a instalação de meios-fios, sinalização vertical e horizontal e a construção da mureta de proteção entre as pistas.

Sob a passagem, as obras para a pavimentação da pista usada para o retorno de veículos também continuam. Paralelamente, são executados os trabalhos de readequação da pista antiga no quilômetro 308 (pintura das faixas). A meta é terminar esta parte até o fim deste ano.

Nesta semana
O consórcio concentra os serviços no lote 25 em duas frentes de trabalho esta semana. A primeira atua entre os quilômetros 300 ao 308, em Laguna. O outro grupo está entre os quilômetros 319 ao 329, na ponte sobre o Rio Capivari, onde é feita a terraplenagem e trabalhos no trecho entre o trevo de acesso a Capivari de Baixo ao morro da Tractebel.

Construção de barreiras prossege

A construção das barreiras de proteção será mantida em Laguna, conforme já estava previsto no cronograma do lote 25. A empresa Sconntec, responsável pela execução da obra, concentra os trabalhos no sentido sul/norte da rodovia, no quilômetro 305, próximo a passagem inferior da praia do Sol. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (Dnit), a construção das barreiras de proteção na rodovia se estende até a divisa com o Rio Grande do Sul, mas somente nos trechos já duplicados e onde não há separação das pistas por canteiros de vegetação rasteira. A meta da Sconntec, caso não chova, é efetuar entre cinco a sete quilômetros de barreiras por dia.

As obras no lote 25

Extensão – 29,9 quilômetros, entre o acesso sul a Itapirubá (quilômetro 300) a Capivari de Baixo (quilômetro 329,9).
Pistas duplicadas e liberadas – 10,5 quilômetros.
Viadutos – dois (acesso a Laguna e a Capivari de Baixo).
Passagens inferiores – três concluídas (acessos à Nova Moradia, à praia do Sol e ao Estreito) e três em construção: Santiago (80%), Estiva (70%) e no quilômetro 319,65 (30%).

A duplicação em Santa Catarina
Total – 238,5 quilômetros.
Lotes – nove de pista e cinco de obras-de-arte (pontes e viadutos).
Obras-de-arte concluídas – 68.
Obras-de-arte em execução – 55.
Pista duplicada liberada – 141,1 quilômetros.
Custo – R$ 1,699 bilhão.
Aplicados – R$ 1,088 bilhão (até este mês).