Ser um bombeiro militar é um sonho que muitas pessoas carregam desde crianças. O soldado Victor Cândido é um deles. Com seu nome de guerra Cândido, ele atuava desde novembro de 2018 como militar na cidade de São Domingos, no Oeste catarinense.

Um acidente, no dia 17 da janeiro deste ano, durante um deslocamento para uma ocorrência, fez esse sonho ser interrompido por um tempo. O Auto Socorro de Urgência (ASU) que Cândido dirigia foi atingido por caixas que se desprenderam de um caminhão.

O militar foi socorrido em estado grave e levado para o hospital em Chapecó, com traumatismo cranioencefálico (TCE) grave. Lá, Victor ficou internado até o último dia 2 de abril, quando foi transferido para o Hospital São João Batista, em Criciúma, e ficou até o dia 17 de abril.

Em casa com a família, enfermeiras e médicos que acompanham a sua evolução, o soldado recebeu uma visita na tarde deste domingo (7) para reconhecer todo o serviço prestado à corporação. O 4º Batalhão de Bombeiros Militar (4º BBM), com militares de Criciúma, Forquilhinha e Içara, estiveram juntos, com todos os cuidados necessários, e prestaram continência com o objetivo de agradecer.

“Para nós foi uma emoção muito grande, uma forma de agradecimento a tudo que ele passou e vem enfrentando”, ressalta a mãe Reijanes Pedro. “Isso com certeza marcou tanto as nossas vidas, quanto a dele, e vai servir como um estímulo para ele”, destaca.

Para o comandante do 4º BBM, tenente-coronel BM Gustavo Eustáquio, gratidão define o momento da homenagem. “Nosso único sentimento é de orgulho a nosso herói ferido em serviço”, enfatiza. “Prestamos continência simbolizando respeito, camaradagem e cuidado ao nosso colega de farda”, finaliza.