O presidente Jair Bolsonaro não concedeu entrevistas na manhã desta quinta-feira (5) e questionou a profissionais da imprensa a razão dos mesmos continuarem na cobertura diária no Palácio da Alvorada.

“Quando vocês aprenderem a fazer jornalismo, eu converso com vocês. Se vocês sofrem ataque todo dia, o que vocês estão fazendo aqui? O espaço é público, mas o que vocês estão fazendo aqui? O dia que vocês (se) conscientizarem que vocês são importantes fazendo matérias verdadeiras, o Brasil muda”, disse o chefe do Executivo na saída da residência oficial.

Ele ainda ironizou jornalistas e se mostrou chateado com a piada que ele mesmo fez ontem sobre o PIB. “Parabéns à imprensa. Fiz piada com o PIB. Parabéns aí, valeu. Continuem agindo assim”, concluiu.

Em seguida, Bolsonaro embarcou para São Paulo, onde se reunirá com empresários da FIESP. A previsão é de que o presidente retorne ainda nesta tarde.

Nesta quarta-feira (4), o presidente utilizou o humorista Márvio Lúcio, o Carioca, para dar entrevistas em seu lugar. No momento em que apoiadores aguardavam para cumprimentar o presidente, o humorista desceu de um dos carros do comboio presidencial antes de Bolsonaro, fantasiado de presidente. Ele tocou um minitrompete e cumprimentou os simpatizantes. Em seguida, tentou distribuir bananas para a imprensa.

A cena faz alusão a duas ocasiões em que o presidente ofendeu jornalistas que faziam perguntas a ele no Alvorada, cruzando os braços, em um gesto conhecido como “dar uma banana”.

Quando os dois se aproximaram da imprensa, Bolsonaro foi questionado sobre o PIB, que cresceu apenas 1,1% em 2019, menos que nos dois anos anteriores. No entanto, o presidente estimulou que o humorista respondesse em seu lugar: “O que é PIB?”.