Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta 3ª feia (7.dez.2021) que o chamado “passaporte da vacina” é uma “coleira” a ser imposta para a população. O chefe do Executivo é contrário a exigência de comprovar a vacinação contra a covid-19. Também repetiu que “o Brasil não aguenta mais lockdown” ao criticar fechamentos feito no passado para frear a disseminação do novo coronavírus

“A gente pergunta: por que o passaporte vacinal? Essa coleira que querem botar no povo brasileiro. Cadê nossa liberdade? Prefiro morrer do que perder minha liberdade”, disse em evento no Palácio do Planalto.

Bolsonaro também voltou a dizer que a vacina não impede a contaminação e transmissão do vírus, apesar dos imunizantes terem a função de fortalecer as defesas do organismo para evitar o agravamento da doença.

“Nós vemos uma briga enorme aqui agora sobre passaporte vacinal. Quem é favorável não se esqueça: amanhã alguém pode impor algo que você não seja favorável”, declarou.

*Com informações de MSN Notícias