O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, é um dos estreantes na lista de bilionários brasileiros elaborada pela revista “Forbes” e divulgada nesta quarta-feira (25). Com uma fortuna estimada em R$ 8,26 bilhões, ele ocupa a 36ª posição.

Neste ano, ele apareceu pela primeira vez também no ranking mundial da revista, em março, na 1.057ª posição.

Apoio a Bolsonaro 

O bilionário ficou bastante conhecido por ser um dos maiores apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, desde a campanha eleitoral. Hoje, aparece frequentemente ao lado do presidente em eventos, sempre caracterizado com roupas nas cores da bandeira brasileira, além de fazer participações em programas de TV. 

Ele também é bastante ativo nas redes sociais e costuma postar vídeos defendendo medidas como a reforma da Previdência, além de críticas à esquerda e ao PT.

Condenação pelo TSE

O envolvimento com a política, porém, lhe rendeu uma condenação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por propaganda eleitoral irregular em favor de Bolsonaro. O empresário gravou um vídeo durante o período eleitoral em apoio ao então candidato dentro de uma loja da Havan e divulgou no Facebook. 

O local é considerado “bem de uso comum”, onde, segundo a decisão, é proibida a realização de propaganda eleitoral. Hang foi condenado a pagar R$ 2 mil. Ainda poderia recorrer, mas desistiu para evitar gastos. Segundo sua assessoria, sairia mais caro ir a Brasília para fazer a defesa.