Representando o governador Carlos Moisés, os secretários de Estado da Fazenda, Paulo Eli, de Assuntos Internacionais, Fernando Raupp, e do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, participaram nesta quinta-feira, 18, do anúncio da produção dos novos modelos da BMW e da ampliação do setor de engenharia da multinacional. Serão investidos R$ 500 milhões na fábrica de Araquari, em Santa Catarina, para desenvolver novas tecnologias mundiais com engenharia brasileira na preparação e melhoria da linha de produção, além de possibilitar a execução de projetos ligados à Engenharia, Pesquisa e Desenvolvimento no Brasil.

“Agradecemos ao Governo de Santa Catarina por um ambiente favorável e que permite atrair aportes em tecnologia e produção na nossa fábrica de Araquari”, destacou a diretora de Relacionamento Governamental do BMW Group América Latina, Gleide Souza. Segundo a empresa, o montante será feito ao longo dos próximos três anos em diversas áreas. Menos de seis meses após o início das vendas na Europa, a fábrica de Araquari começará a produzir no Brasil todas as versões a combustão dos novos BMW X3 e X4 para o mercado nacional.

Para o secretário da Fazenda, Paulo Eli, é muito importante para o estado de Santa Catarina esse investimento adicional da BMW para gerar mais capacidade para a fábrica produzir produtos novos ao mercado brasileiro, e também ao mercado exterior. “Isso vai gerar mais empregos, mais negócios e mais riquezas para a nossa região.”

Já o secretário executivo de Assuntos Internacionais, Fernando Raupp, disse que essa ampliação demonstra a aposta certa que a BMW fez ao escolher o estado para sua instalação, em 2014. “A infraestrutura de logística, de portos e o capital humano do estado só fez a BMW crescer, mesmo no período da pandemia. Isso só comprova a excelência de Santa Catarina como estado certo para investimentos de capital internacional.”

Também serão lançados, em breve, os X3 M40i, X4 xDrive 30i M Sport e o X4 M40i. Este último será o veículo mais potente e tecnológico feito no Brasil, com motor de 387 cavalos. A cereja do bolo, porém, vem mais para a frente: a unidade de de Araquari vai receber a produção de um modelo BMW inédito no futuro próximo, que será revelado em breve pela matriz, na Alemanha.

Preocupação sustentável

Todas as atividades da unidade estão em linha com os objetivos ambientais globais do BMW Group 2030: reduzir a emissão de CO² em 80% na produção, em 50% no uso do carro por quilômetro rodado e em 20% na cadeia de fornecimento.

A fábrica de Araquari é neutra em emissão de CO². Em um ano, reduziu seu impacto ambiental e trabalhou na diminuição do consumo de energia em mais de 3 mil MW/h (megawatts/hora), no consumo de água em quase 2 milhões de litros e na redução de geração de lixo em mais de 6 toneladas. De 2019 até agosto de 2021, foram: 21% de redução no consumo de energia, 29% na redução do consumo de água e 72% de redução em descartes gerados.

Os números também são positivos na instalação dos painéis fotovoltaicos no telhado da produção, que cresceram de 562 painéis para 1.372 placas solares, gerando 788 MW/h de energia e atingindo o objetivo de reduzir em 20%o a emissão de CO². Além disso, dois projetos que estimulam a Economia Circular foram criados pelo time da fábrica e merecem destaque.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

 

Fonte: Gov. de SC