Uma onça preta – também conhecida como pantera negra – de aproximadamente 70 quilos, foi flagrada por biólogos de Brasília em uma área de preservação ambiental no Entorno do Distrito Federal. Há pelo menos três anos não havia registros da passagem do animal pela região.

O momento foi registrado pelo grupo “É o Bicho” no começo de dezembro. Mas a imagem, que de acordo com os biólogos é de uma fêmea, foi divulgada somente nesta quinta-feira (13).

A onça preta é uma variação genética da onça pintada e é bastante rara, dizem os biólogos. Segundo Marina Carvalho, é raro encontrar essa espécie de onça na região do Distrito Federal e Entorno.

Ameaçada de extinção

A aparição da pantera negra é motivo de celebração para os biólogos de todo o Brasil. Segundo os pesquisadores, a espécie está ameaçada de extinção.

Para o biólogo Pablo Bruno, a presença do felino tão próximo de Brasília mostra a importância do trabalho de preservação do cerrado.

Chamou a atenção dos pesquisadores, ainda, a época do ano em que as onças foram flagradas. Segundo o biólogo Wesley Batista, não é comum que as onças circulem perto de córregos em períodos chuvosos. “Foi curioso ver isso. Normalmente, elas aparecem na seca, quando saem a procura de água”, afirmou.