Tatiana Dornelles
Tubarão

O Besc foi integrado completamente ao Banco do Brasil no último sábado, mas alguns clientes, mais desatentos, foram pegos de surpresa com as mudanças ocorridas no sistema operacional do banco. Ontem, foi o primeiro dia útil com a incorporação total.
Quem tentou usar o cartão através do débito automático, por exemplo, não conseguiu. Tudo porque apenas saques, extratos e transferências são permitidos com o antigo cartão, válido até o dia 31 de julho. Após esta data, o antigo (do Besc) não existirá mais.

Segundo a assessoria de imprensa do Banco do Brasil, regional de Florianópolis, mesmo com as modificações, não houve reclamações. “No primeiro dia útil depois da mudança no sistema operacional devido à incorporação total, apenas algumas pessoas entraram em contato com o plantão de atendimento do banco para tirar dúvidas”, diz Cristine Barros.

Além disso, ressalta ela, os funcionários de algumas agências têm entrado em contato com os clientes para explicar sobre as mudanças ou fazer o recadastramento. Quem costuma usar o cartão apenas para saques, extratos ou transferências tem até o dia 31 de julho para trocá-lo. Entretanto, os clientes que efetuam pagamentos através do débito automático terão que pegar o novo.
Para tirar dúvidas a respeito das mudanças, o cliente pode ligar para a Central de Atendimento do Banco do Brasil. O número é 0800 7290001. Para quem está na capital, o número é 4004 0001.

O que mudou
• Ao acessar pela primeira vez um terminal de autoatendimento do Banco do Brasil, os clientes serão informados sobre os novos números e orientados a cadastrar a nova senha.
• O BB usa um código de acesso com letras e sílabas que substituirá o código de três letras do Besc.
• Os investimentos e as operações de crédito contratadas no Besc, inclusive cheque especial, foram transferidos para o Banco do Brasil. Os seguros e títulos de capitalização contratados continuam vigentes. O talão de cheques do Besc continua a valer.