Tatiana Dornelles
Tubarão

A incorporação do Besc ao Banco do Brasil, apesar de ser considerada melhor para os clientes e usuários, preocupa os funcionários do banco catarinense. Tudo porque ainda há muitas dúvidas a respeito de todo o processo. “Os bancários do Besc estão apreensivos, porque desconhecemos algumas questões. Nossa preocupação é quanto à manutenção de empregos e às agências de menor porte”, explica o presidente do Sindicato dos Bancários de Tubarão e Região, Armando Machado Filho.

Uma das dúvidas é referente ao que será ‘feito’ com as agências dos dois bancos das cidades menores. “Em Armazém, há uma do Besc e outra do Banco do Brasil. Continuará com os dois? Não há garantias. Assim como em outros municípios, como Jaguaruna, Treze de Maio, entre outros. Por isso, os profissionais do Besc estão preocupados. Não veio nada explicando o que ocorrerá”, esclarece.

Além disso, relata Armando, o sindicato tenta agendar uma reunião em Brasília para sanar as dúvidas, “pois o que sabemos é o que todos sabem. Não temos muita informação a respeito”, declara.