#Prcegover foto: na imagem há pessoas, animais e um veículo
#Prcegover foto: na imagem há pessoas, animais e um veículo

Para celebrar o Dia de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais e da natureza, comemorado nesta segunda-feira (4), a Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, no bairro Passagem, em Tubarão, realizará  hoje, a tradicional Bênção dos Animais. A ação ocorre às 19h30, na praça da igreja.

O momento de bênção para os animais será presidido pelo pároco, o padre Edison de Souza Müller, que defende a causa animal e há anos realiza a tradição de dar a bênção aos animais no dia 4 de outubro. “Toda criação é de Deus. São Francisco tinha uma relação harmoniosa com a natureza. Abençoar os animais é um gesto de defesa de toda criação e da casa comum”, pontua.

Será feita uma breve cerimônia, e os animais são banhados com água benta. Por causa das medidas de combate à Covid-19, todos os tutores deverão usar máscaras para ter acesso ao local. Os animais, por sua vez, devem estar com coleira e guia. No ano passado a iniciativa também adotou o sistema drive-thru e, mesmo com o formato inédito, atraiu muitos pets e seus cuidadores.

São Francisco de Assis é um santo católico que viveu na Itália entre os anos 1181 e 1226. Fundador de uma Ordem de frades, pregador e promotor da paz, místico e reformador da Igreja, Francisco foi considerado uma “luz que brilhou no mundo” por Dante Alighieri e foi canonizado pela Igreja menos de dois anos após a sua morte, em 1228.

Autor do Cântico do Irmão Sol, é conhecido para além da Igreja católica como patrono do meio ambiente e dos animais. Por isso, é costume, no dia 4 de outubro, fazer a bênção dos animais.

Ao abençoar os animais a Igreja reconhece que muitos deles, por vontade do Criador, participam de alguma maneira da vida dos seres humanos. Alguns animais auxiliam os seres humanos no trabalho, outros lhes servem de alimento, outros ainda são estimados como companhia e divertimento. Abençoar os animais significa reconhecer e exprimir a relação deles com Deus Criador e com o ser humano. De Deus, eles são criaturas entregues ao ser humano como alimento, auxílio e companhia.

Abençoando os animais por intercessão de São Francisco, a Igreja louva o Criador por ter dado os animais como auxílio, alimento e companhia. Invocando a bênção sobre os animais, reconhecemos agradecidos o nosso lugar e a nossa responsabilidade na natureza criada. Os animais, tal como as plantas e os seres inanimados, são naturalmente destinados ao bem comum da humanidade, passada, presente e futura.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul